Topics Investimentos
Bybit Learn
Bybit Learn
Beginner
Jan 7, 2022

Como fazer análise fundamentalista de criptoativos

Investir em criptoativos requer pesquisas cuidadosas e uma avaliação de todas as métricas disponíveis. A maioria dos projetos cripto providencia amplas informações sobre propósito, tokenomics, equipe, e desenvolvimento do ativo em questão. Utilizando uma combinação de fatores quantitativos e qualitativos, você pode construir uma visão sobre uma cripto por meio da chamada análise fundamentalistaAnálise fundamentalista é uma abordagem usada por investidores de cripto para estabelecer o valor intrínseco de um criptoativo….. 

Existe um mito entre novos entrantes de que as criptomoedas não podem ser avaliadas com análise fundamentalista, por conta da alta volatilidade do mercado. Apesar de qualquer ativo estar sujeito aos caprichos do mercado global, ainda é possível formar uma opinião embasada sobre seu valor.

Ter conhecimentos de análise fundamentalista pode ajudar você a avaliar se uma criptomoeda vale a compra (ou se deve ser vendida). A seguir, vamos mostrar como analisar criptoativos usando análise fundamentalista, inclusive os principais fatores a considerar, e vamos olhar como a análise de criptos é diferente da de ativos tradicionais. 

O que é análise fundamentalista?

A análise fundamentalista determina o valor intrínseco de um ativo, que é interpretado como uma medida objetiva do quanto ele deveria valer. Ao avaliar as informações que embasam os projetos de cripto, é possível ter uma ideia se um ativo está subavaliado ou sobreavaliado. 

Os mercados de criptomoedas são notoriamente voláteis. Até mesmo os ativos mais estabelecidos, como o Bitcoin e o Ethereum, estão sujeitos a oscilações súbitas. Investir em moedas e tokens mais recentes é altamente arriscado, a não ser que você tenha uma boa compreensão de onde está colocando seu dinheiro. 

Usando a análise fundamentalista, investidores com perfil não técnico e traders experientes podem operar com confiança em meio aos movimentos do mercado. Armados com a análise fundamentalista, é possível criar estratégias bem-informadas, com melhores chances de lucro.

Em comparação, a análise técnica é útil para traders e investidores que têm posições em aberto e querem prever a direção do mercado financeiro por meio de indicadores técnicos como RSIMACD e bandas de Bollinger.

Quais as diferenças da análise fundamentalista?

Em 1934, Benjamin Graham e David Dodd publicaram Security Analysis, um livro muitas vezes considerado como a Bíblia da avaliação de valores mobiliários. Até hoje, existem investidores que avaliam ativos financeiros com base nas métricas explicadas nesse livro clássico. Por exemplo, ao fazer uma avaliação quantitativa de ações, você pode usar o rendimento por ação (EPS) ou a razão preço/lucro (P/L) para determinar o valor intrínseco de uma ação.   

As criptomoedas não estão necessariamente sujeitas à regulação internacional no que diz respeito aos requisitos de transparência, ao contrário de empresas de capital aberto, que costumam precisar publicar relatórios trimestrais elaborados de acordo com normas de contabilidade aprovadas. As métricas empresariais tradicionais, como índices de liquidez que refletem a solvência das empresas convencionais, são completamente descartadas. A ideia toda por trás desses projetos é que nenhuma empresa ou entidade seja proprietária ou responsável por eles, o que dá uma natureza diferente ao fluxo de informações.

Nos mercados cripto, todas as transações estão publicamente disponíveis para “auditoria” na blockchain, e a equipe de fundadores deve manter a comunidade a par dos planos para desenvolvimento futuro.

Conceitualmente, os investidores ainda precisam desenvolver insights sobre o projeto subjacente, mas as métricas são completamente diferentes daquelas usadas na análise de mercados tradicionais.  

Fatores a considerar na análise fundamentalista de cripto

No mundo cripto, o principal objetivo da análise fundamentalista é reduzir os riscos do investidor e avaliar o potencial de lucro de um determinado ativo. 

A análise fundamentalista pode ser aplicada em três grandes categorias:

Métricas da blockchain (métricas on-chain)

blockchain é um recurso valioso, mas obter informações manualmente a partir dos dados brutos pode exigir muito tempo e recursos. Felizmente, existem várias interfaces de programação de aplicativos (API) que fornecem ferramentas para possibilitar as decisões de investimento. As principais exchanges de criptomoedas já desenvolveram ferramentas de relatório que fornecem uma abundância de informações acionáveis, como número de usuários ativos, transações totais e valor das transações.

As três métricas mais fundamentais da análise fundamentalista de criptomoedas são hash rate, status, e endereços ativos, além de valores de transação e taxas. Vamos olhar mais de perto como esses dados oferecem insights para o trade.  

Hashrate

A blockchain tem um papel significativo na segurança da rede, e uma análise mais aprofundada dos dados pode trazer informações valiosas para a análise fundamentalista de cripto.

Bitcoin e Ethereum são dois exemplos de criptomoedas que operam em blockchains do tipo Proof-of-Work (PoW). O PoW exige que os mineradores de cripto resolvam um problema computacional que valida cada transação, ao mesmo tempo evitando  ataques maliciosos que dariam aos hackers um controle majoritário de 51% sobre a blockchain. Se isso acontecesse, a entidade controladora poderia alterar ou interromper transações que não são dela, ou então gastar duas vezes a mesma moeda. 

Bitcoin Hashrate

Imagem CC: Hashrate no Glassnode

Hashrate, ou taxa de hash, é o poder computacional total usado por mineradores para realizar os cálculos de PoW de blockchains que usam esse sistema. As hashrates são estimadas com base em dados disponíveis publicamente, mas as verdadeiras taxas nunca são, de fato, conhecidas. 

Muitos investidores em cripto veem a hashrate como uma “prova de saúde” da criptomoeda em questão. Quanto maior a taxa de hash, mais mineradores são incentivados a minerar para obter lucros e maior a segurança da rede. Calcular uma hashrate pessoal também pode ajudar os mineradores a determinarem sua própria rentabilidade. 

No entanto, quando a taxa começa a cair, eles podem passar a considerar a criptomoeda pouco rentável, levando à chamada capitulação. Muitas vezes, a capitulação acontece quando os mercados espiralam para baixo, pressionando os mineradores a venderem seus equipamentos. Um baixo hashrate indica que os investidores perderam o interesse. 

Status e endereços ativos

Bitcoin Active Addresses

Imagem CC: Gráfico de endereços ativos do Bitcoin no Glassnode

A métrica de endereços ativos mede o número de endereços que tiveram alguma atividade na blockchain ao longo de um período de tempo. Uma das abordagens mais simples é totalizar o número de endereços de origem e destino de transações ao longo de vários períodos. Registrando o número de endereços ativos ao longo de um período de dias, semanas ou meses e comparando os dados de crescimento ou queda, é possível avaliar os níveis de atividade e interesse na moeda ou token.

Uma outra abordagem é totalizar o número de endereços ativos distintos durante períodos pré-definidos e depois comparar os resultados. 

Valores e taxas de transação

Em comparação com a análise técnica, a análise fundamentalista dá prioridade à avaliação dos valores transacionados. Por exemplo, se forem realizadas cinco transações de $250 em Bitcoin, o valor transacionado diário seria $1.250.

Quando o valor transacionado se mantém alto, isso mostra que a moeda está circulando de maneira consistente. Fazendo comparações com esses valores, é possível obter dados sobre potenciais movimentos futuros do mercado. 

As taxas refletem a demanda sobre a blockchain, ou o quanto os operadores estão aceitando pagar para terem seus blocos adicionados à rede o mais rápido possível. O “gás” do Ethereum é um exemplo desse tipo de taxa, mas toda criptomoeda pode ter suas próprias taxas de transação. 

Ao avaliar as taxas pagas ao longo de diversos períodos, é possível ter uma ideia do nível de segurança da moeda ou token. As taxas de transação podem aumentar naturalmente ao longo do tempo, se houver redução do subsídio do bloco ou recompensa do bloco em relação à dificuldade de mineração. Se a recompensa não fosse ajustada, os mineradores de cripto começariam a trabalhar com prejuízo e começariam a abandonar a blockchain. 

Métricas financeiras

O objetivo da análise fundamentalista é produzir um valor quantitativo para que os investidores analisem as perspectivas futuras de um ativo. A avaliação financeira de criptoativos envolve uma compreensão das condições de negociação do ativo em questão, incluindo sua liquidez, os fatores circundantes e a resposta do mercado.

Todos esses dados são valiosos na análise fundamentalista de cripto, especialmente ao se avaliar os prospectos de um ativo para a formulação de um plano de investimento.

Capitalização de mercado

A capitalização de mercado ou valor de mercado representa o valor de uma rede. Ele pode ser calculando multiplicando-se o preço atual pela oferta de moedas em circulação. A capitalização de mercadoA capitalização de mercado de uma criptomoeda é uma medida de seu valor de mercado. Em outras palavras, ela… pode produzir avaliações enganosas se não forem consideradas outras métricas, como a liquidez. Afinal, se uma altcoin com baixa circulação e oferta total de 50 milhões registrar algumas transações a $1, isso não significa que cada moeda vale $1.

De maneira geral, os investidores podem acreditar que moedas com baixo valor de mercado podem ter maior potencial de crescimento, ainda que uma capitalização maior também possa indicar uma infraestrutura mais robusta e mais poder de permanência. Considerando a existência de moedas, carteiras e chaves perdidas ou esquecidas, nunca saberemos exatamente quantas moedas estão em circulação, mas a capitalização de mercado oferece uma medida aproximada do valor de mercado de um ativo.

Liquidez e volume negociado

Liquidez é uma medida da facilidade com a qual um determinado ativo pode ser comprado ou vendido. Se um criptoativo pode ser comprado ou vendido rapidamente sem alterar drasticamente o seu valor de mercado, então ele tem forte liquidez. Uma moeda ou token com alta liquidez terá vários compradores e vendedores com ordens esperando a execução no livro de ordens. Isso, por sua vez, diminui o spread compra-venda, que é uma boa medida da liquidez. 

O volume negociado é um indicador bastante útil para se avaliar se uma moeda ou token será capaz de manter suas condições presentes. Essa medida mostra quantas unidade de um ativo trocaram de mãos ao longo de um período específico. Se uma tendência de alta estiver sustentada por um alto volume negociado, há uma maior probabilidade de os ganhos serem duradouros. Já no caso das oscilações de preço sem um volume negociado significativo, pode se tratar apenas de um soluço no mercado. 

Oferta circulante

oferta circulanteOferta circulante é o número de criptomoedas ou tokens publicamente disponíveis e circulando no mercado… de uma criptomoeda refere-se ao número total de moedas em oferta ativa e que estão publicamente disponíveis. Diferentemente da oferta total ou da oferta potencial máxima, a oferta circulante não é estática e pode mudar ao longo do tempo, pois as moedas podem ser “queimadas”. 

Os desenvolvedores podem aumentar o número de moedas ou tokens circulantes, quando há uma oferta centralizada. No caso de uma moeda minerável, as atividades de mineração podem aumentar a oferta circulante. 

Métricas do projeto

As métricas do projeto são uma abordagem qualitativa para avaliar o desempenho de um criptoativo. Elas examinam fatores internos e externos, como o propósito da criptomoeda e como funciona o projeto por trás dela.

Análise histórica

No site de cada projeto cripto, haverá uma lista dos membros da equipe envolvida. Pesquisar com cuidado o perfil da equipe e seu histórico de sucesso pode dar uma ideia da probabilidade de êxito do projeto atual. Experiências e conquistas passadas devem ser bem documentadas, fornecendo insights sobre a equipe na qual você estará confiando para seguir o planejamento previsto. Ao avaliar a credibilidade de um projeto, você também pode levar em consideração os investidores iniciais ou assessores envolvidos.

White paper do criptoativo

O white paper de um criptoativo é um documento técnico que delineia o propósito e o funcionamento do projeto. Ele é o documento mais importante do projeto e deve conter as seguintes informações, no mínimo:

  • Soluções de tecnologia da blockchain
  • Casos de uso do ativo
  • Funcionalidades e upgrades previstos
  • Tokenomics e informações de venda
  • Informações sobre a equipe

Examine o white paper com uma boa dose de ceticismo e busque avaliações de terceiros sobre o projeto.

Comparação com a concorrência

A concorrência no mercado é o que diferencia os ganhadores dos perdedores. Ao fazer uma busca minuciosa de concorrentes no mercado, você poderá identificar o cenário no qual cada projeto precisará competir. Compreender o ecossistema como um todo é essencial ao se avaliar o potencial de um projeto.

Trajetória prevista do produto (road map)

A maioria dos produtos cripto possui o chamado “road map”, um cronograma previsto de testnets, lançamentos e novas funcionalidades. O road map deve oferecer uma ideia clara dos desenvolvimentos futuros. Use o road map para avaliar se as etapas previstas estão sendo cumpridas.

Tokenomics e utilidade

Tokenomics, ou “economia do token”, são os aspectos econômicos de oferta e demanda de um token. Oferta e demanda são o fator que determina o valor e o preço das criptomoedas. Quanto maior a demanda em relação à oferta, maior o preço. A teoria de tokenomics também abrange a estrutura de incentivos usada para motivar comportamentos na rede.

A utilidade de um token representa o papel que ele pode desempenhar. Um token com maior número de casos de uso no mundo real poderá atrair mais usuários e atenção.   

O que mais devo considerar na análise de criptomoedas?

A análise quantitativa é uma ótima maneira de se obter uma visão geral das métricas financeiras de um ativo, considerando os fatores que podem ser medidos numericamente. No entanto, esse tipo de análise não capta os aspectos ou riscos que não podem ser resumidos a um número. Isso é especialmente relevante ao se pensar que o mercado cripto envolve uma gama enorme de fatores externos a serem considerados. Dito isso, a política social e o comportamento dos usuários podem impactar fortemente os fundamentos comerciais de um ativo.

Ambiente sociopolítico  

A pandemia de Covid-19 deu aos investidores uma amostra de crise verdadeiramente global e seu impacto sobre os mercados financeiros. Com o avanço da pandemia, houve uma queda generalizada de todo tipo de ativo — inclusive as criptomoedas. O Bitcoin despencou 58% entre os dias 07 e 13 de março de 2020. O comportamento “risk-off”, com alta aversão ao risco, levou os investidores a fugirem de ativos considerados especulativos.

Em resposta à crise, governos no mundo todo injetaram trilhões de dólares em pacotes de estímulo, o que acabou também trazendo novo fôlego para o mercado cripto. Os bancos centrais estão inundando o sistema com moeda fiat e, com isso, os investidores podem recorrer às criptomoedas como reserva de valor e proteção (hedge) contra a inflação. 

Incertezas nas estruturas regulatórias também podem interferir nos mercados cripto, como as proibições repentinas em países como Turquia e China, sinalizando que os governos ainda têm poder de influência.

Comportamento dos usuários

Um dos objetivos da análise fundamentalista é dar aos investidores uma visão geral holística. E o comportamento dos usuários é um dos fatores mais difíceis de se avaliar. As mídias sociais, a comunidade cripto e as iniciativas de marketing podem impactar fortemente o comportamento de usuários e participantes do mercado, mas esses efeitos podem ser difíceis de prever.

Afinal, bastaram alguns tweets de Elon Musk para desencadear uma enxurrada de “dog coins” e meme coins. De maneira geral, levar em consideração os seguidores e o engajamento de um projeto pode indicar o nível de compromisso de seus usuários. 

Ferramentas analíticas

Com o aumento dos trades de criptomoedas, houve também um salto de popularidade das ferramentas analíticas — que vão de estatísticas da rede até análise técnica do mercado. O desafio educacional está principalmente em filtrar todos os dados publicamente disponíveis e colocá-los em um formato utilizável.

Ferramentas de gráfico como o TradingView, agregadores de notícias, rebalanceadores de portfólio, e exploradores de bloco realçam a riqueza de dados do ambiente cripto.

Nenhum ponto sem nó

Com o crescimento da demanda institucional por criptoativos, os métodos tradicionais de valoração de cripto justificam os preços aos quais esses ativos estão sendo negociados. A análise fundamentalista em cripto é um pouco diferente daquela feita em mercados tradicionais, mas a disponibilidade de recursos para isso está aumentando. Exchanges com alta liquidez, robôs de trading para cripto e comunidades ativas estão ajudando a criar um ecossistema vigoroso. 

Como qualquer investimento, é importante praticar due diligence. Investidores que realizarem pesquisas aprofundadas e análises fundamentalistas poderão lucrar muito nos mercados de criptomoedas. Informação e pesquisa ajudam a amenizar os riscos do investimento. Por isso, faça a sua lição de casa e diversifique o seu portfólio de investimentos. 

Isenção de responsabilidade

Este artigo tem a finalidade de servir como referência e deve ser usado somente para esse fim. As informações disponibilizadas por meio da Bybit não constituem assessoria e nem recomendação de que um investimento ou uma estratégia de negociação seriam adequados para uma determinada pessoa. Essas previsões são baseadas em tendências do setor, circunstâncias que envolvem os clientes e outros fatores, e elas envolvem riscos, variáveis e incertezas. Não existe qualquer garantia, explícita ou implícita, quanto à exatidão de qualquer previsão, projeção ou afirmação preditiva contida aqui. Os usuários deste artigo concordam que a Bybit não se responsabiliza por qualquer decisão de investimento feita por eles. Antes de negociar, busque orientação profissional.